SUCRE Reserva Carmenère 2009 (Chile)

Caros,

já fazem alguns dias que venho querendo degustar e escrever sobre este vinho especificamente. Uma das razões, que é na verdade um motivo de orgulho, é o fato de ser um vinho chileno com alma brasileira. O Sucre é produzido pela Tunquen Wines, dos brasileiros Marcos Attilio & Angela Mochi. Venho trocando alguns emails com Angela há duas semanas.

Mora aqui um sentimento de admiração, misturado com um sonho de vários amantes do vinho que é o de arranjar um pedaço de terra e começar a cultivar suas vinhas e desenvolver seus vinhos. É um processo exaustivo mas, acredito, recompensador. Angela e Marcos têm conseguido êxito nesse caminho e o Sucre Reserva é a prova.

Vamos lá… falar do vinho!

Imagem

Primeiro a garrafa e rótulo. Gostei muito do design no rótulo com respingos de tinta em alto relevo e um poema de Carlos Covarrubias
” Dicen que las estrellas del sur rugen de día, hablan de noche, gimen al amanecer.
Dicen que esperan, que ansian, que siempre están atentas al amor de los hombres.
Cuentan que solo de ahí les nace el fulgor y el brillo.
La esperanza es fresca, la sorpresa tímida, nosotros incautos como las alas de la risa;
Tu matinal desplegando las fragancias de la noche brava.”

Visualmente é um vinho de cor intensa bem violáceo. Demonstrando-se ainda jovem.

Imagem

O vinho carrega aromas de ameixa, um pouco de torrefação, couro e madeira (notas do descanso em carvalho)… posso arriscar um fundo de banana também. Deixei que ele respirasse alguns minutos e os aromas se pronunciaram mais intensamente.
Na boca, o vinho apresenta corpo médio, mas deixa uma boa adstringência. Os aromas se confirmam e é possível perceber até um pouco de pimenta, bem leve.
É um vinho de 13,5% mas que se demonstra bem alcólico. Eu gosto dessa característica, mas pode não atrair a todos.

Imagem

Tive a oportunidade de tomar o vinho com uma massa que preparei. Um talharim ao molho bolonhesa tradicional, com carne picada, cenoura, cebola, alho e molho de tomate. O resultado da dupla foi muito bom. O alcool do vinho se quebra na força do molho com a carne e a cenoura equiliba o time. Recomendo esse prato com esse vinho e depois posso passar a receita.
Imagem

Foi uma bela experiência, acho que o vinho tem potencial e evoluirá em breve. Vou provar os outros da linha SUCRE Reserva e mando notícias.
O vinho custou R$34,00 na Super Adega.

Abraços e até breve.
Se puderem dar uma curtida na página do facebook… é http://www.facebook.com/blogyvino

Anúncios

3 comentários em “SUCRE Reserva Carmenère 2009 (Chile)

  1. Angela Mochi disse:

    Muito bom o post, e ainda fiquei com vontade de fazer a mesma combinação. Vou prá cozinha hoje pensando no bolonhesa. Abçs grandes do Chile

  2. Angela Mochi disse:

    Reblogged this on ATTILIO and MOCHI | Passionate Winemakers and commented:
    A nice post about our Sucre wines. To the ones that are not familiar with them, we make them with Cabernet and Carmenere from the Colchagua and Maule Valleys. It was writen by Mauricio Fonteles, from Brazil. A google translate can help you with the traduction.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s